5.10.10

O Sonho

Ela atormenta os meus melhores sonhos.
Aparece de repente.
Tira o ar.
Até que tudo aquilo está de volta.
Aquele vórtice de sorrisos que a tudo engole.
Aquele sentimento, pulsante, que me enfraquece, que me apaixona.
E nesse momento,
nesse instante,
Tenho vontade de nunca mais acordar.
De viver nesse sonho.
Só eu, você
e esse seu cheiro,
esse seu sorriso
essa sua tormenta.

Um comentário:

Melina disse...

Meu bem, vai ver... Toda mulher é uma passagem.
Um novo riso, uma nova dor
Um novo mistério, uma nova despedida
Um novo poema

[eu pressinto em você uma reluta em aceitar a rotina dos beijos]