27.9.10

O Sorriso Que Nos Falta

Antes de tudo, que se tenha um belo sorriso.
Daqueles que nos faça cambalear,
E nos embebede com a sua aura de alegria
E de inocência.

Um sorriso que seja sutil, mas que venha carregado de sentimento.
Que seja puro, ingênuo, natural, semelhante o das crianças.
Um sorriso com o mesmo efeito de droga potente, viciante
E nos faça procurá-lo em cada momento, em cada esquina, em cada pessoa.

E na falta, torne os homens dependentes, tristes, depressivos.

E que nesse belo sorriso, habite o amor entre nós dois
Para nos alimentarmos de sorrisos alternados, para crescermos
em meio a sorrisos de alegria, e nos amar com sorrisos de paixão,
sorrisos de amor profundo.

E que esses sorrisos embalem nosso romance
que sejam a música do nosso amor, a razão de estarmos juntos.

Para que quando a música terminar e nada mais fizer sentido
pelo menos lembremos o quanto éramos dependentes um do outro
o quanto sorriamos juntos, o quanto nos amávamos sem parar.

E o quanto esse sorriso ainda nos falta.

2 comentários:

' Koibito disse...

Eu amo o jeito como escreve, parabens.

^^

Por Trás das Brumas disse...

lindo e profundo.
parabéns pelo blog.