15.8.05

Aquarela

Sabe-se lá!
É tão escuro mesmo.
Seu vermelho me fascina, sempre me fascinou.
Mas o cinza do meu medo, nunca me deixou...
Pois é.
To com disposição para apagar esse cinza, e com seu vermelho(e meu verde) fazer uma aquarela.
Sim! uma aquarela de cores sorridentes.
Deixemos de lado os cinza dos medos e os pretos da solidão!
Eles tiram toda a emoção.
Brinquemos de colorir nossas vidas, a minha com o seu vermelho e a sua com o meu verde!
Será muito mais divertido! talvez até mesmo diferentes das outras aquarelas que tentamos.
Apaguemos os marrons que macharam nossa aquarela
E vamos viver o mais completo vermelho e verde!
E se pudermos, faremos mais cores!
E invetaremos novas cores
E juntos, ninguém vai nos derrotar!