28.3.05

Ícaro de Paula

Ultimamente só ligo a televisão para ver jornais, e programas esportivos. Jornais porque eles oferecem, ainda que algumas vezes manipuladas, informações sobre o mundo, politica, economia, conhecimentos gerais e etc... E programas esportivos porque esses falam, em sua maioria, de um esporte que como bom brasileiro, sou fanático: o futebol(apesar de ser um desastre jogando, adoro assistir) Fora alguns programas sobre músicas e filmes(ultimamente até um filme bom ta dificil de passar na tv), nada mais além disso.

Acordei cedo no domingo de manhã, e como de custume fui ver Esporte Espetacular, para ver os gols da rodada e principalmente do meu time(verdão ganhou) e me entreter com as matérias do programa. No entando nesse dia uma nova atração me chamou a atenção, atração a qual achei no mínimo interessante. Um repórter, um tanto quanto esquisito, fazendo perguntas não convencionais aos jogadores da seleção brasileira(que vergonha contra o peru heim), mais especificamente perguntas sobre política e economia, e depois dessas perguntas, fazia-se um trocadilho sem graça com os jogadores e a comissão técnica. Não é querendo ser chato, nem nada não, mas deu vontade de soltar um bom PUTA QUE PARIU, enquanto assistia o programa. Os jogadores não sabiam NADA sobre política e economia, ta certo que o que eles tem que saber é jogar futebol, mas a profunda ignorância em questões no minimo importantes para o nosso país e o mundo, é de se entristecer(não sabia se ria ou se chorava). Jogadores que ganham milhares de euros por mes, que têm acesso a milhares de formas de comunicação, e(graças ao dinheiro)acesso a uma educação bem mais qualificada que muita gente por ai, não sabiam de nada, absolutamente nada sobre as principais questões politico-econômicas mundiais, e muito menos nacionais. E o pior, muitos deles são ídolos de crianças, o que me faz perguntar: o que será do país, se essas crianças seguirem esse aspecto de ignorancia politico-economica apresentadas pelos jogadores, e o pior, ainda achar engraçado?

É triste saber que no Brasil, ser ignorante é ser engraçado, e as pessoas ainda prezam por isso. Mas o pior de tudo é que isso não é culpa da população, e sim de uma camada conservadora e elitizada que impõe uma "cultura de ignorância" para se manter do poder atraves desse "golpe baixo".


ps. Não tenho nada contra nenhum jogador de futebol, apenas expressei uma indignação a esse tipo de ignorâcia, ignorâcia a qual eu não esperava de pessoas com tanto acesso(dinheiro) a informação.
ps². Preciso melhorar minha forma de escrever, to desenvolvendo muito pouco e to comendo uns acentos
ps³. Votem em mim para presidente em 2010 =D