29.3.06

Despedaço

Quando sinto você
Mesmo que longe
Quebro-me
pedaço
por
p
e
d
a
ç
o
Minha voz fraca
Não consegue gritar
Despeço-me
Despetalando
pétala
por
p
é
t
a
l
a
Pedaços de
.........m i m

Ps: Não, não sou o autor do poema acima. Eles foram cedidos à mim pela minha amiga e, já uma das minhas poetas preferidas, Marina. Gosto dele pelo sentimento do qual compartilho e da forma perfeita com que foi feito :]