28.10.07

Os meus versos solitários

Nos meus versos
corre o
meu sangue
solitário;
os meus versos
são alma e carne
são nu e crus
meus versos não são nada
são eu e você
imersos na solidão
dessas porcarias
de palavras;